segunda-feira, 15 de maio de 2017

O fim de um grande amor

Uma névoa cinzenta encobre o castelo
Caminho sem rumo nas águas gélidas
Nas mãos levo a lembrança do nossa despedida

Meu coração está sangrando de dor
Porque tanta mentiras?
Eu acreditei em cada palavra
Palavras lindas que me enfeitiçaram

E hoje depois de tantas noites de amor
você simplesmente me dispensa
sem o menor carinho ou pudor

Estou vazia de sentimentos
Guardo dentro da minh'alma
o brilho gelado do teu olhar

Atiro ao mar o meu coração
vou deixar que as águas salgadas
levem a minha desilusão

O tempo meu grande companheiro
vai curar essa grande ferida
que abriu imensa fenda
nesse meu tolo coração.
(Gracita)

30 comentários:

  1. Triste inspiração nessa linda poesia,Gracita! beijos,linda semana,chica

    ResponderExcluir
  2. Gracita, como são dificeis essas decepções amorosas!Bela e tocante poesia! bjs e boa semana,

    ResponderExcluir
  3. O tempo ameniza a dor.

    bjokas e uma ótima semana =)

    ResponderExcluir
  4. Que poema triste, porém belo. O tempo ajuda a amenizar toda e qualquer dor, mesmo que ela nunca desapareça de fato.
    Tenha uma ótima semana!!

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito do poema! Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Triste poema,mas repleto de uma doce inspiração.
    Bjs Gracita.
    Carmen Lúcia

    ResponderExcluir
  7. E quando nos desiludimos é impossível evitar a tristeza!!!
    Gostei de ler ... Bj

    ResponderExcluir
  8. Lindo poema de amor, mesmo que expresse a dor da separação, do amor não correspondido como se deseja, mas não deixa de ser lindo. Ah! quantas dores amorosas já passei, por isso me identifiquei tanto com esse belo poema, beijos amiga!

    ResponderExcluir
  9. É triste, mas se terminou é porque não tinha futuro mesmo! Mas o tempo é o melhor remédio e cura mesmo! Bjks e boa semana! Tetê

    ResponderExcluir
  10. Tristemente lindo"

    Beijinhos de boa noite

    ResponderExcluir
  11. O fim de um amor não deve ser lamentado. Se acabou é porque na verdade não existiu, não foi recíproco. E quem amou sofre pela ilusão de que foi abandonada. Mas na verdade nunca houve cumplicidade. Muito lindo perpassado de tristeza e desilusão
    Beijokinhas

    ResponderExcluir
  12. Querida poetisa.
    Como ficou linda esta composição poética romanesca e sofrida...
    A última estrofe de esperança é muito importante.
    Parabéns pela sua imensa criatividade.
    Abraço grande.
    ~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  13. Oi Gracita!! Uma semana feliz com muito amor! beijos querida
    Ana

    http://strawberryleopard.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  14. Linda poesia querida amiga!
    Palavras que se identificam de certo com muitos dos seus visitantes!
    A vida tanto no amor como em outras situações às vezes prega-nos grandes partidas.
    Meu carinhoso abraço, e meus beijinhos em Cristo!...

    ResponderExcluir
  15. Palavras tristes para quem tem um coração apaixonado!
    Mas uma bela poesia! bjsss

    ResponderExcluir
  16. Que bonito Gracita!
    quando termina um amor, outro começa a fluir
    é questão de tempo,
    um coração nunca está vazio


    Ontem completamos 41 anos de casados
    marido e eu,

    bjs

    ResponderExcluir
  17. LINDO DEMAIS,APESAR DE TRISTE,QUERIDA AMIGA GRACITA!

    Estou retribuindo as visitas aos poucos,porque estou só com celular e enxergo pouco com ele.
    Volte sempre e feliz semana!
    Beijos sabor carinho
    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderExcluir
  18. Deixar transparecer uma ponta de tristeza. Porém, é de uma tremenda graciosidade que não deixa ninguém indiferente.

    Beijinhos*

    ResponderExcluir
  19. Oi Gracita, bn!
    Poema lindo. Todo final é triste, mas sempre haverá um outro início alegre!
    Bjsss amiga querida

    ResponderExcluir
  20. Nosso coração é assim mesmo, Gracita... cheio de cicatrizes, mas sinal de que amamos e nos doamos e vivemos.

    Bonito o seu ♡ .

    Beijo!

    ResponderExcluir
  21. Oi querida. Vim retribuir as visitas e deixar meu abraço.
    bjs...

    ResponderExcluir
  22. Boa tarde minha amiga querida! bjsss

    ResponderExcluir
  23. Olá Gracita, é difícil não nos embrenharmos nas veredas e teias do amor, o preço que pagamos nas relações afetuosas, além de caro, tem as decepções que nos deixam marcas profundas, felizmente; nós mulheres somos como água dos rios, seguimos com a dor empurrando os obstáculos para as margens e seguimos em frente; Grande postado e lindamente escrito!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  24. Você narra com graciosidade e leveza o fim de um amor que ficamos a imaginar que nem foi tão sofrido Gracita mas sabemos o quanto dói o final de um relacionamento. Triste mas encantadoramente lindo
    Um abraço

    ResponderExcluir
  25. sua narrativa é sempre bela, embora seja um tema triste !!
    mas nem sempre os finais são felizes não é mesmo?
    grande abraço Gracita.
    :o)

    ResponderExcluir
  26. Toda a despedida, todo o final é muito triste. Encerramos uma etapa que gostaríamos que desse certo! Que colocamos nossas cartas, que apostamos na nossa capacidade.
    Beijo, querida amiga. Bons dias pra você.

    ResponderExcluir
  27. um poema emotivo... sobre o fim de um grande amor... mas com esperança em melhores dias, mesmo no final...
    E há que pensar assim... todo o final, encerra em si mesmo um novo recomeço!...
    Hoje está um pedacinho de um, dos seus belos trabalhos, lá no meu canto, Gracita... se por acaso a tradução não for do seu agrado, pois as traduções são sempre questionáveis, é só me dizer, que alterarei de imediato...
    Um beijinho grande! Continuação de uma feliz e inspirada semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  28. Bom dia, Gracita!
    Fim de um grande amor... quem não viveu? Realmente, o coração dói demais e a vontade é arrancá-lo do peito para parar de sentir... Mas o tempo sempre muda nossa perspectiva de sentimento.
    Abraços esmagadores.

    ResponderExcluir
  29. Pois é querida Gracita.
    Um poema e uma dor, uma cissão que vem como ondas violentas e arrasta-nos para as águas profundas do mar, o mar das desilusões.
    O coração é mesmo sem juizo.
    Em poesia linda construção e inspiração acelerada.
    Bjs.

    ResponderExcluir

A sua amizade e presença são os alicerces que sustentam esse cantinho. Seja Feliz aqui! Volte sempre que o seu coração sentir saudades. Um beijo com afeto, Gracita.